19/06/17

Corta-e-Cola / Punk Comix / Corta-e-Cola / Punk Comix


No ano em que se “celebram” os 40 anos do punk em Portugal, a Chili Com Carne, em parceria com a Thisco, edita um split-book sobre a cena: Corta-e-Cola: Discos e Histórias do Punk em Portugal (1978-1998) de Afonso Cortez e capa de Vicente Nunes (9 anos!), e Punk Comix: Banda Desenhada e Punk em Portugal de Marcos Farrajota, cuja capa foi sacada da BD leftista do disco Raridades (Zerowork, 2008).

Escrito a partir de um levantamento exaustivo de fanzines, discos e demo-tapes, ao longo de 256 páginas, os autores dissecam todo esse material para tentarem perceber como através de uma ética - do-it-yourself - se conseguiu criar uma estética caótica e incoerente que hoje se identifica como punk. Através da produção gráfica desse movimento se fixaram inúmeras histórias - até agora por contar - de anarquia e violência; de activismo político, manifestações e boicotes; de pirataria de discos e ocupação de casas; de lutas pelos direitos dos animais; de noites de copos, drogas e concertos...

Editado por Marcos Farrajota com o arranjo gráfico de Joana Pires, Corta-e-Cola / Punk Comix é ilustrado com centenas de imagens, desde reproduções de capas de discos a páginas de fanzines, cartazes, vinhetas e páginas de BD, flyers e outro material raramente visto.

E porque punk é acima de tudo música, o livro vem acompanhado por um CD-compilação que reúne faixas exclusivas de 12 bandas de punk, rock ou música experimental: Grito!, Mandrake, Albert Fish, Melanie Is Demented, Dr. Frankenstein, The Dirty Coal Train, Putan Club, Presidente Drógado com Banda Suporte, FDPDC, GG Allin´s Dick, dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS e Estilhaços Cinemáticos (Adolfo Luxúria Canibal, António Rafael, Henrique Fernandes e Jorge Coelho).

As bandas ofereceram os temas, todos eles inéditos, sobre BD na forma mais abrangente possível, sobre personagens (Batman, Corto Maltese), séries (O Filme da Minha Vida), autores (Vilhena, Johnny Ryan) ou livros (V de Vingança, Caminhando Com Samuel). Alguns mais óbvios que outros mas tendo como resultado uma rica mistura de sons que vão desde o recital musicado ao Crust mais barulhento.

Devido a constrangimentos logísticos apenas os exemplares deste livro comprados directamente às editoras é que são acompanhados por um CD. No entanto, esta compilação, intitulada de Punk Comix CD (ZW057) pode ser escutada em thisco.bandcamp.com

Corta-e-Cola / Punk Comix, THISCOvery CCChannel 08, 256 pág., 23 x 16,5 cm, capa a duas cores + CD áudio, €15,00, Ed. Chili Com Carne + Thisco + Zerowork, Junho, 2017


Stripburger nº 69, Maio 2017


Stripburger nº 69, Maio 2017, A4, 96 pág., 19 a cores, €3,50, impressão offset na Eslovénia, Apoio: Javna agencija za knjigo RS

Capa: Martín López Lam (Peru)
Contracapa: M. S. Bastian & Isabelle L. (Suíça)
Editorial: Olaf Ladousse (Espanha)
Entrevistas: David Schilter / kuš! (Letónia), Gašper Rus (Eslovénia)
Participam: Bruno Borges (Portugal), Olaf Ladousse (Espanha), Diego Gerlach (Brasil), Eya Mordyakova (Rússia), Roberta Vázquez (Espanha), Elías Taño (Espanha), Andrés Magán (Espanha), Derrengueta (Espanha), Roberto Masso (Espanha), Martín López Lam (Peru), Adrián A. Astorgano (Espanha), Peter Kuper (EUA), Clara Jetsmark (Dinamarca), Gašper Rus (Eslovénia), Javier Triviño Murillo (Espanha/Alemanha), Simon Mackie (RU), Cecilia Valagussa (Itália), Lukas Weidinger (Alemanha), Cole Johnson (EUA), Sanja Pocrnjić (Eslovénia)
Resanhas: Jakob Klemenčič (Bill Griffith: Invisible Ink. My Mother’s Secret Love Affair with a Famous Cartoonist), Tanja Skale (Max Baitinger: Röhner), Tea Hvala (Kate Evans: Red Rosa)

Adrián A. Astorgano
Martín López Lam
Mais um número desta excelente antologia eslovena e novamente com trabalho do Bruno Borges. Este nº 69 é assim apresentado:

In Spain, as well as elsewhere too, a self-publishing/zine virus is running rampant at the moment, releasing the creativity of many young artists. These artists are sick and tired of waiting in line to be published in established publications, and are self-organizing, self-publishing and establishing their own publications instead. This creative cauldron contains many tasty treats, by which we mean promising young comics artists. A whole bunch of them is presented in the newest 69th issue of Stripburger that starts with a ‘mute text’ penned by the seasoned veteran of the Spanish comics zine scene Olaf Ladousse. Additional information about the unbridled spreading and new mutations of the self-publishing virus can be found in the short text by Martin Lopez Lam who’s created the juicily colourful front cover of the magazine as well. 

Equally colourful is the back cover, too, signed by our old Swiss friends M.S. Bastian and Isabelle L. But wait, there’s more! We have another Swiss in this issue, namely David Schilter, who’s otherwise been tied more closely to the Latvian comics magazine kuš! instead as its cofounder and coeditor for the past ten years. His interview explains the genesis and the development of the magazine and shows how they tackle their editorial and publishing work. The second interview features a discussion with Gašper Rus, one of the most prolific domestic comics artists and a long-time collaborator of our magazine.
Diego Gerlach

Javier Triviño Murillo

 

No Coração de Agave de Diniz Conefrey | Douda Correria, 2017


No Coração de Agave é a mais recente publicação de Diniz Conefrey, desta feita editada pela Douda Correria, e reúne nove poemas escritos e ilustrados pelo autor.

Agave é um género de plantas composto por 183 espécies originárias sobretudo do México, e aqui, refere Conefrey, “…reúne-se um ciclo de poemas aludindo ao corpo transgressor vivenciando um México inflectido. Através da raiz da sua forma, expirando os conteúdos em verso num livrinho fixando esses mundos que, do olhar, encontram uma expressão no interior vago e inquieto da poesia. “

No Coração de Agave, ilustrado e composto por Diniz Conefrey | revisão de texto por Maria João Worm | Douda Correria #58 | €12,00 | Maio 2017

Coyacán, Cidade do México



26/05/17

Novas edições da Polvo


A Editora Polvo do Rui Brito irá apresentar quatro novas edições no XIII FIBDB.

Mensur de Rafael Coutinho, será apresentado no dia 27 de Maio (Sábado), às 16h45, no Cine-Teatro Municipal Pax Julia, com a participação do autor e do editor, Rui Brito. A sessão de autógrafos será das 18 às 19h30.

Em Mensur, Coutinho conta a história de Gringo, um andarilho que percorre cidades brasileiras em busca de trabalhos pontuais. É um dos últimos praticantes de mensur, uma luta de espadas surgida entre estudantes universitários na Alemanha do século XV. Enquanto lida com os seus próprios fantasmas e obsessões, um caso amoroso pode colocá-lo em rota de conflito com o seu passado e com segredos que jamais deveriam vir à tona.

Rafael Coutinho é autor de Banda Desenhada, artista plástico e editor. Nascido em São Paulo em 1980, formou-se em Artes Plásticas pela Universidade de São Paulo (Unesp), em 2004. No seu país é conhecido pelo romance gráfico Cachalote (Quadrinhos na Cia., 2010; Polvo, 2014), O Beijo Adolescente 1, 2 e 3 (selo Cachalote, 2011, 2013 e 2015) e As Aventuras do Barão de Munchausen (Cosac Naify, 2014).

Mensur
Rafael Coutinho
Colecção: Romance Gráfico Brasileiro, nº 17
204 pág., p/b, brochado com badanas
26,4 x 18,5 cm, €17,99
ISBN 978-989-8513-67-0
Polvo, Junho 2017


---------------------------------------------------------------------------------------

Lugar Maldito, com argumento André Oliveira e desenhos de João Sequeira (a dupla criativa de Tormenta, que acaba de ser editado na Polónia), terá apresentação no dia 27 de Maio (Sábado), às 14h30, no Cine-Teatro Municipal Pax Julia, com a participação dos autores e do editor, Rui Brito. Sessão de autógrafos das 18 às 19h30.

Esta é uma BD de terror à portuguesa, passada no Alto Douro.

Samuel e Maria estão em fuga. De tudo, de todos e até de si próprios. Assombrados pelo amor proibido que é o seu, decidem refugiar-se no sítio mais improvável: uma casa antiga, situada numa clareira de silêncios e caretos vigilante. Entre o pó do carvão, inundada pelo cheiro a sangue e a cinzas, nada vai ser como dantes.

Lugar Maldito
Argumento: André Oliveira
Desenhos: João Sequeira
96 pág., p/b, cartonado
25 x 17,5 cm, €12,90
ISBN 978-989-8513-64-9
Polvo, Junho 2017











----------------------------------------------------------------------------------------

Conversas com os putos
Argumento e desenhos: Álvaro
64 páginas, p/b, capa brochada com badanas
22 x 16,5 cm, €7,90
ISBN 978-989-8513-68-7
Colecção: De Bom Humor, nº 8
Polvo, Junho 2017

Conversas com os putos, o novo livro de Álvaro, será apresentado no dia 28 de Maio (Domingo), às 15h45, no Cine-Teatro Municipal Pax Julia, com a participação do autor e do editor, Rui Brito.

O que é um explicador? É alguém que tenta meter na cabeça dos alunos aquilo que não apreenderam na escola. O que é um aluno? É alguém que passa várias horas por dia em frente de um professor, à espera do toque de saída. O que é um professor? É alguém encarregue de manter turmas de quase trinta alunos numa sala e que ainda tem de tentar dar-lhes aulas, até ao dia em que mete baixa psiquiátrica sendo, semanas depois, substituído por alguém que até há pouco tempo ainda era aluno. O que é este livro? É uma compilação de supostos diálogos entre um explicador de Geometria Descritiva e os seus alunos.

O propósito desta obra não é o de insultar os alunos (por muito que apeteça ao autor). Não. É o de olhar para uma geração heterogénea de miúdos que dentro de poucos anos estarão a trabalhar, nas filas do Instituto do Emprego e Formação Profissional, a votar, a ditar o que as TVs transmitem e que (esta parte é importante) nos irão pagar a reforma.

Álvaro nasceu em 1970. Em 1993 licencia-se em Arquitectura na Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, actividade que exerceu a tempo inteiro até finais da década de 90, tendo paulatinamente vindo a passar-se da elaboração de projectos de licenciamento para as aulas de formação profissional a adultos e de explicações a adolescentes.

Na área da Banda Desenhada já tem umas coisas editadas. Sexo, Mentiras e Fotocópias, Balcão Trauma (2 Vols.) e No Presépio..., este com argumento de José Pinto Carneiro e contemplado no Amadora BD 2014 com o prémio “Melhor Álbum de Tiras de Humor”.

----------------------------------------------------------------------------------------


Madoka Machina nº 4 de André Pereira, será apresentado no dia 28 de Maio (Domingo), às 16h00, no Cine-Teatro Municipal Pax Julia, com a participação do autor e do editor, Rui Brito.
16 páginas a preto e branco, capa a cores em cartolina, 16 x 23 cm



Deserto e Nuvem, split-book de Francisco Sousa Lobo, sexto volume da colecção LowCCCost da Chili Com Carne

Maximum Rocknroll #408 maio 2017


Disponível na Black Mamba Distro €4.50
Berlin post-Deustchpunk — MÜLLTÜTE, Gainesville shoegazers UV-TV, Scandinavian hardcore with Minneapolis’ ATAXXIA, Wales’ hidden gem REPTILE RANCH, Truewave with SF’s own STREET EATERS, bobos and squats with France’s ZONE INFINIE, Boston peace punks PANDEMIX, Costa Rican grindcore band EXACERBACIÓN, and new harm reduction column. All this plus tons of fresh zine, record, and film reviews.